AF_GOV_Ad-Covid19_Agradecimento_468X060PX
Banner Eliauto 2
banner-dibacenter
Basic RGB
logo aen
banner-caicara
[KAKOI]-Banner
<< >>

Unidade da Madem produzirá pellets em Rio Negro

20 de novembro de 2020 em Geral - Comente

Produção estimada de pellets de madeira de pinus pela empresa é de cerca de 40 mil toneladas ao ano. Foto: DivulgaçãoCom investimentos de R$ 30 milhões, a empresa Madem anunciou a produção de pellets de madeira de pinus em uma unidade na cidade de Rio Negro. Os pellets de madeira de pinus são usados principalmente para aquecimento residencial ou comercial de ambientes, como hotelaria, padarias, granjas e secadores.

O produto também é usado como combustível na geração de energia elétrica em plantas industriais ou em usinas termoelétricas, bem como na forma de granulado utilizado, como cama, na criação de animais, e para o setor de PET. A produção estimada é de 40.000 toneladas ano, com início da produção está previsto para junho de 2021.

O diretor de Vendas Global, Leandro Mazzoccato, explica que esta será a terceira unidade de pellets do grupo, que conta ainda com fábricas em Farroupilha (RS) na sua coligada Piomade Madeiras, pioneira na produção de pellets no Brasil e primeira do Brasil certificada ENplus, e uma estrutura na Madem Gulf Industries no Bahrain, Oriente Médio. “O Pellet de madeira de pinus é considerado combustível sólido limpo sem adição de produtos químicos e tem origem em fontes renováveis. Esta nova produção no Paraná vai agregar valor ao nosso processo atual que já tinha como foco a consciência em ser ecologicamente correto, pois somos certificados ISO 14.000 com selo de manejo florestal FSC a partir do uso de 100% de madeira renovável de pinus sem adição de produtos químicos” comenta.

O Grupo Madem conta com 71 anos de atuação no mercado de madeira e, atualmente, emprega mais de 700 funcionários, com unidades de produção no Brasil, Colômbia, Mexico, USA, Espanha e Bahrain, consolidada como líder mundial na fabricação de carretéis de madeira para indústria de fios e cabos.

Deixe seu comentário