AF_GOV_Ad-Covid19_Agradecimento_468X060PX
Banner Eliauto 2
banner-dibacenter
Basic RGB
logo aen
banner-caicara
[KAKOI]-Banner
<< >>

Com baixa procura, vacinação contra a pólio é prorrogada no Paraná

6 de novembro de 2020 em Geral - Comente

Campanha foi prorrogada em todo o Estado com o objetivo de imunizar mais crianças contra a poliomielite. Foto: Venilton Kuchler/Arquivo/AENDevido ao baixo índice de cobertura, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) decidiu prorrogar, no Paraná, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. A campanha foi estendida até o término do estoque de vacinas ou até atingir a meta de 95% da cobertura recomendada pelo Ministério da Saúde.

No Paraná, a meta é atingir 583 mil crianças e a atualização da Sesa apontava que até a última quinta-feira, cerca de 55% do público estimado, com a imunização de aproximadamente 320 mil crianças. Nas cidades da região, o público a ser imunizado é de cerca de 16 mil crianças e até o momento, foram aplicadas 9,7 mil doses.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, convoca os pais a estarem atentos ao calendário de vacinação e procurar as unidades de saúde para que os filhos possam receber a dose da vacina. “Faço um apelo para que os pais ou responsáveis levem os seus filhos para tomar a vacina. Estamos vivendo uma pandemia em que esperamos a vacina como alternativa para evitar a Covid-19. No caso da pólio, temos a prevenção, que é gratuita e oferecida em toda a rede pública de saúde”, orienta.

A coordenadora municipal de imunização de Fazenda Rio Grande, Eliane Farias, reforça que ainda é necessário vacinar quase 4 mil crianças no município. “Pais ou responsáveis devem levar as crianças a uma das 13 Unidades de Saúde do município, com a carteira de vacinação em mãos, garantindo a devida proteção contra vírus da paralisia infantil. A vacinação é a única forma de se garantir a proteção contra a poliomielite”, alerta.

Deixe seu comentário