AF_GOV_Ad-Covid19_Agradecimento_468X060PX
Banner Eliauto 2
banner-dibacenter
Basic RGB
logo aen
banner-caicara
[KAKOI]-Banner
<< >>

Unisul segue com todas as atividades paralisadas em meio à pandemia

26 de outubro de 2020 em Esportes - Comente

Atividades estão paralisadas e afetam dezenas de alunos do projeto. Foto: DivulgaçãoO setor esportivo foi um dos afetados com as medidas e restrições impostas pela pandemia. Além da interrupção de competições e demais eventos, outras atividades também foram afetadas, como as escolinhas envolvendo crianças e adolescentes.

Em Piên, Unisul Esporte Clube, que conta com times feminino e masculino, já está há mais de seis meses sem a realização de treinos. Entre as modalidades afetadas estão futebol, futsal e voleibol.

De acordo com Lourenço Santos, responsável pelas atividades da Unisul, ainda não há uma previsão de retorno dos trabalhos. “Iniciamos as atividades em 2020 com 108 alunos de 7 a 15 anos nas atividades de futsal e uma nova turma de 22 alunos com idade de 4 a 7 anos no período noturno. No voleibol, a turma contava com 18 alunos de 12 a 15 anos e nas terças à noite o projeto contava com turma de 23 adultos. Em torno de 170 alunos estão desassistidos. Não temos nenhuma previsão de retorno, e não depende apenas da entidade, pois envolve um número grande de crianças e as autoridades competentes ainda não nos deram um parecer a respeito do retorno das atividades esportivas”, detalha.

Santos detalha que neste período sem as atividades físicas coletivas, algumas recomendações foram repassadas aos alunos para que pudessem ficar ativos em casa. “No início da pandemia, interagimos com os alunos através de desafios ‘Cada um na sua Casa’ e postávamos as atividades nas redes sociais, mas com o passar dos dias acabou-se não tendo continuidade e no momento nenhuma atividade é desenvolvida”, explica.

Por fim, o coordenador lamenta as dificuldades trazidas pela pandemia, principalmente em relação aos eventos que mantinham a parte financeira de entidade e que não foram realizados. “Não sabemos como será em 2021. É uma preocupação, o desafio é preparar a entidade para a retomada das atividades. Apesar da pandemia ainda não estar controlada, só dependemos do prazo de retorno das escolas. Quando as escolas voltarem, pretendemos voltar. Não temos o foco no alto rendimento, o objetivo final não é formar um grande jogador, mas a nossa missão é fazer com que o esporte traga benefícios para a educação e a formação das crianças e dos adolescentes”, finaliza.

Deixe seu comentário